1 de ago de 2009

J & G

E a multidão aplaudiu...
os corações apresentados.
Você foi por ela achado,
e quem diria desse encontro sutíl?
Tão grande amor fora revelado...
Romeu e Julieta, ou talvez apenas palhaços...

Quando achavas ser apenas um,
ela te fez dois em um só coração,
e quando achava-mos serem dois...
Ouviram-se novamente os aplausos.
O circo se transformou em palco...
Os corações foram entrelaçados...

J & G


12 comentários:

Rafael Luz disse...

Você é genial. Só isso tenho a dizer...GENIAL!

Atila City disse...

Menina e no palco quando as luzes se acendem o insânte simplesmente mostra-se inerte e a cada aplauso um palpitar do coração se faz presente como um simples "bum" das batidas do pandeiro que toca nas noites de samba!
adorei o texto e acho engraçado ler sobre palhaços, por na sexta feira colocar um texto em meu blog falando dos palhaços "Doutores da Alegria" em uma campanha a qual vim le fazer um convite, tanto como participante como mais uma divulgadora!
A campanha é um pedido simples, Doe um sorriso e a missão é arrecadar no minimo 2500 sorrisos em um mês! Então topa?
Vamos lá doe um sorriso a quem precisa, só fará bem para esta sua alma artistica.rs
Beijos
tenha um grande dia!

Janaína disse...

QUE LINDOOOOOOOOOOOOOOO! É pra mim e pra Binhoo ;D
Brigada, txia. Muito linda! AMEI!

(L)

Glauber disse...

Anne...
adorei a poesia!
melhor ainda em saber que fez como uma homenagem para Janaína e eu!
Muito obrigado! nós adoramos!
bjão

Melanie Brown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
cunhabom disse...

bom, ta bom.........
qdo se ve com um olho, os outros nos exergam sem que os vemos.........
isso é o que importa, ser reconhecido
bjss

Thiago Almeida disse...

Perfeito!!!



Fazia tempo que não passava por aqui!

Poeta do Simples disse...

poxa, sorte de quem partilha este sentimento contigo...

belo poema... como sempre, sentido

bjos srta!

Betella disse...

falta tempo/inspiração! rs
Muito bom! (aplausos) :)

Poetíssima disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Georgio Rios disse...

Anne, estou por aqui agora e que bom que a tua poesia desde a chegada encanta muito!!!Um abraço!!!

Moises Prado disse...

sensacional!
esse texto mostra a profundidade das "idas e vindas" da nossa complexa vida, parabens!

passa la no Diz ai, texto novo,
"O velho maldito"

www.moisesprado.blogspot.com

te+