2 de set de 2010

Meu berço

Saudade daquele tempo,
quando não sabia nada de nada,
quando sempre tinha razão,
não entendia o que era o vento,
quando o sorvete custava uma prata,
quando não havia magoas em meu coração....